Por que não consigo aprender programação?

Autor(a):

Percebo que muitos iniciantes reclamam de travar em seus estudos e não saber o que fazer. 

Coloca uma coisa na sua cabeça, aprender a programar do zero, é difícil! Mas não é impossível. Como todo exercício de aprendizagem exige foco e prática.

Vou contar um pouco da minha experiência. Eu já havia tido contato com programação em um curso de Visual Basic 5 antes da graduação, tinha achado fantástico, mas na graduação percebi que eu não sabia nada de lógica, tinha aprendido apenas montar telinhas arrastando ícones e copiar código dos livros!

Então no primeiro semestre da faculdade de análise de sistemas eu estava apanhando muito da matéria de algoritmos, tanto que pensei em jogar a toalha e desistir. 

Eu tentei fazer outro vestibular, para Física no meio do ano e dar um pé da programação e da Análise de Sistemas. Foi ótimo não ter passado, por que isso fez meu foco ser totalmente voltado para o curso que eu já estava. Foi dessa forma que eu entendi que programação é difícil!

Focando no meu problema, percebi que meu erro era estudar programação igual estudava matemática, física ou química para passar nas provas da escola, e isso não dava certo. Eu precisava praticar.

Mas ok. Pode ser que você esteja cansado de estudar, praticar e você não perceba melhoras no seu rendimento com a programação.

Fica tranquilo! Acho que eu tenho algumas dicas que podem te ajudar. Mas primeiro vamos entender como a máquina funciona.

Nesse caso a máquina é o nosso cérebro. Bom dizem que praticar, praticar, praticar vai resolver todos os seu problemas. Quer dizer que quanto mais praticar, mais você aprende, igual esse gráfico:

O problema é que seu cérebro não é uma máquina, ele não serve apenas para armazenar informações, o cérebro controla tudo e pode te distrair e desviar o foco dos estudos, e no geral ele não armazena nada que seja chato e que não mexa com alguma emoção. 

Se atividade se torna monótona o cérebro tende a se desligar, de repente você começa maratonar toda Netflix e no final percebe que não escreveu nenhuma linha de código, ma deixou suas séries favorita em dia.

Seu cérebro precisa se manter focado, e isso você resolve tendo um objetivo!

Como por exemplo: programar um jogo da velha com HTML, CSS e JAVASCRIPT. Ou fazer uma ToDoList com Flutter, ou criar um banco de dados com imagens que você vai capturar da internet sobre determinado tema.

Ou criar uma página de links para o seu Instagram como mostro no curso Meu Primeiro Site utilizando HTML, CSS e JavaScript, hospedando tudo de graça e sem precisar instalar nada no seu computador, confere lá em coddev.com.br.

Tendo um objetivo você vai se sentir motivado a chegar ao final. Tenha sempre tarefas que você consiga com algum esforço terminar e depois vá para o próximo nível, refaça tudo de maneira diferente! Utilizando recursos mais avançados da linguagem de programação que te faça escrever menos código, ou até em outra linguagem.

Voltando a curva de aprendizagem, na realidade ela é assim:

No começo, o esforço empregado a prática é linear a habilidade adquirida, mas em determinado momento você chega a um plato, onde a habilidade não aumenta tão facilmente.

Perceba que esse plato não é um “travei e não sei para onde ir”. É sim um: “bom agora que cheguei até aqui, vou continuar até me tornar um especialista a nível mundial” ou “To manjando, bora pra próxima tecnologia”!. Mas isso é um papo de FullStack vs Especialista, que vou deixar para outro post.

Continuando aqui, vou passar algumas dicas de como estudar programação para que você possa evoluir mais rápido.

1 – Pare de tentar aprender tudo de uma única vez

Não tem problema se o seu objetivo logo que você começar a estudar é criar um app para concorrer com o Uber! Mas quebre isso em etapas.

Por exemplo, seu app precisa armazenar dados, escolha um banco de dados qualquer e dedique um tempo para estudar banco de dados. Mas quando você entender que banco de dados é algo complexo que tem muita coisa pra aprender, novamente quebre em etapas menores: criação de tabelas, manutenção de dados, consultas, agora dedique um tempo para cada uma dessas partes, se necessário quebre novamente.

Foque em um assunto por vez.

Lembra do Age of Empires, o mapa ficava todo escuro e só ia mostrando as partes que você já havia explorado passando. Seu estudo deve ser exploratório e se comportar dessa  forma, sempre tentando encontrar algo novo pelo mapa.

O importante é você ter um objetivo para o que você está estudando, pergunte sempre: ok, e qual problema posso resolver com isso? Entenda isso e pratique, resolva o problema.

2 – Sinta o mau cheiro

Aprenda o suficiente para sentir o cheiro do… problema!

Se você não consegue saber que rumo seguir, se não tem idéia do que está fazendo é certo ou errado, quem sabe você não pulou alguma etapa?! Volte e aprenda o básico para distinguir entre certo e errado.

Voltando ao exemplo do seu app concorrente ao Uber. Você precisa fazer que o carrinho percorra determinada rota no mapa, e achou uma api fantástica que faz isso, mas em determinado ponto deu erro e você não sabe o que fazer.

Você parou para entender o básico de geolocalização? Daí estudando o básico você já percebe que a API estava certa e você está utilizando ela de uma forma totalmente errada que não vai de encontro aos conceitos básicos de geolocalização.

Então estude o básico para saber quando você está fazendo maluquices. Sinta o mau cheiro.

3 – Seja organizado

Você voltou a estudar hoje mas não sabe onde deixou o arquivo que estava editando ontem. Perdeu seu livro na montanha de roupa suja do seu quarto, depois de uma semana acha o kindle na geladeira.

Seu cérebro aprende menos com bagunça. Organize seu espaço para estudar e elimine distrações. 

Pegue o conteúdo que deseja aprender e faça uma lista, aproveite para quebrar em conteúdos menores e dedique-se a uma pequena parte desse conteúdo por vez.

4 – Estudo todo dia até ficar legal

No começo é muito chato estudar porque não é motivador ser ruim em algo! Mas quando você manja dos paranauê é bão de mais! E só vai manjar dos paranauê se conseguir se dedicar periodicamente a prática. Então tenha um objetivo de longo prazo, como no caso do nosso app concorrente do Uber.

Perceba que esse objetivo no primeiro dia de estudos pode parecer inalcançável, e talvez no milésimo dia você conclua que realmente não dá pra fazer tudo sozinho, mas o que vale é o conhecimento acumuldo nessa trajetória.

Certamente, tudo que você aprendeu sirva para criar algo menor e que seja suficientemente lucrativo para você.

5 – Vai no seu tempo

Não coloque prazo nos seus estudos, não adianta ter um cronograma se você não consegue aprender no prazo estipulado. Se estiver na graduação, não espere a prova para estudar, se for aplicar em um novo projeto certifique-se que isso não irá atrasá-lo.

O tempo vai variar independente da sua vontade e capacidade de aprender, portanto não se prenda ao tempo. Continue no seu ritmo até que você se sinta seguro com o que está aprendendo.

Mais vídeos em: https://www.youtube.com/c/CodDevTV